jun
20
2010

21 depois de 21 – Chegou o dia

1989_06_21_botafogo_vs_flamengo_g1.jpg

Eu morava em Curitiba naquele 21 de junho. É possível até que os termômetros marcassem 12 graus naquela noite fria. É provável também que poucos vizinhos tenham entendido aquele grito de gol que veio de um apartamento térreo no bairro do Pinheirinho. Um gol esperado, sofrido, comemorado.

A voz era de Galvão Bueno, pela Globo. “Vem o Botafogo chegando. Olha o cruzamento… Maaaurício!… Goooooooooooooooooool”, soltou o narrador.

Doze minutos da segunda etapa e o sofrimento prosseguiu até o apito final. Botafogo, finalmente, campeão. E pela primeira vez, para mim, que nada sabia de coisa alguma quando o alvi-negro conquistara o título de 68.

Mal sabia eu que, passados quase 21 anos, eu estaria no mesmo Maracanã para ver o Fogão derrotar novamente o Flamengo e conquistar mais um Campeonato Carioca. E que, exatamente 21 anos depois, teria a oportunidade de participar da confecção do livro que vai contar a saga daquela inesquecível conquista invicta de 1989.

Nesta segunda-feira, 21 de junho, a partir das 19 horas, no Salão Nobre do Botafogo F.R., Rafael Casé, Paulo Marcelo Sampaio e a LivrosDeFutebol.com, do Cesar Oliveira, estarão lançando 21 depois de 21.

Casé me mandou um e-mail neste sábado confirmando a presença de vários jogadores que integraram aquela time. Paulinho Criciúma, Ricardo Cruz, Josimar, Wilson Gottardo, Marquinho, Carlos Alberto, Luisinho, Vítor, Jéferson, Gustavo, e Gabriel, além do técnico Valdir Espinosa e do auxiliar-técnico “Búfalo” Gil, estarão lá para abrilhantar a festa. Também está prevista a exibição, no telão, do documentário “Botafogo, uma constelação solitária”, do jornalista Anderson Victorino.

Uma grande noite em preto-e-branco!

Nenhum Comentário

RSS feed para comentários sobre este post.

Perdão. Os comentários para essa página estão fechados.

 

Sidead

Mantido com WordPress, Conserio e Xoppla. The Buckmaker Magazine